Presidente da ABDL explica a realidade do livro no Brasil

Dados do Fórum Mundial de Cidades Culturais revelaram que Buenos Aires possui 734 livrarias, enquanto São Paulo e Rio de Janeiro, juntas, têm apenas 686. A situação torna-se ainda mais constrangedora quando comparamos o número de estabelecimentos de empréstimo de livros nessas cidades. São Paulo e Rio de Janeiro têm uma biblioteca pública para cada 100 mil habitantes e a capital da Argentina conta com um ponto de empréstimo para cada 33 mil moradores.

Leandro Carvalho, presidente da ABDL, em entrevista à Rádio Jovem Pan, apresentou alguns dados sobre os hábitos de leitura do brasileiro e analisou a situação atual do Brasil.

Confira aqui a entrevista na íntegra.